Vereadores de Siderópolis tiram dúvidas sobre contrato com a Casan

 

 

Os serviços e investimentos previstos pela Casan no novo contrato estabelecido com o município por mais 30 anos pautaram a visita do Superintendente regional Sul-Serra da estatal, engenheiro Gilberto Benedet Júnior, na sessão da Câmara de Siderópolis desta segunda-feira (01). A presença do profissional é fruto do encontro ocorrido há duas semanas entre os vereadores e a diretora-presidente da Casan, Roberta Maas dos Anjos, em Florianópolis.

Em relação aos constantes problemas envolvendo a falta de água em Siderópolis, que segundo Benedet têm como origem o local onde a adutora está assentada e o tipo de material usado, a previsão é que estejam resolvidos até dezembro. “Sabemos das dificuldades e precisamos substituir os canos por outros com material correto para evitar os rompimentos constantes, além disso vamos ampliar a capacidade de transporte da ETA (Estação de Tratamento de Água) de São Defende, para 1,5 mil/litros por segundo”, garantiu Benedet. Ele salientou que há também um estudo para que uma estação a partir da Barragem do Rio São Bento possa atender alguns municípios sem que a água precise retornar de Criciúma, entretanto por ora não seria viável para Siderópolis.

Conforme o engenheiro, no novo contrato está previsto investimento de cerca de R$ 6 milhões em abastecimento e aproximadamente R$ 31 milhões em coleta e tratamento de esgoto.  “A previsão é que em 11 anos Siderópolis tenha 100% do esgoto tratado e coletado”, sublinhou. Este serviço ocorrerá em duas etapas, sendo a primeira até 2023 e a segunda até 2029.

Sobre os serviços de reconstrução das ruas que recebem os serviços da Casan, a intenção é que a estatal assuma também a manutenção. “Principalmente porque a maioria dos municípios tem dificuldade com os prazos”, destacou. Em relação à integração à rede de água das comunidades de São Martinho e Santa Luzia, obra que tem origem no Alto Rio Maina, deve acontecer em 30 dias. “Foi uma visita muito importante e satisfatória, com esclarecimentos coerentes. Percebemos uma boa disposição por parte dos gestores em solucionar os problemas, desde a forma receptiva com que estão tratando os assuntos que temos levado até eles”, comentou o Presidente da Câmara, Roni Remor (PSB), o Lilo.

Desconto no IPTU para portadores de doenças graves

Os parlamentares encaminharam às comissões, nesta sessão, o Projeto de Lei, de autoria do vereador Franqui Salvaro (PSB) que concede a isenção do IPTU (Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana), aos pacientes portadores de doenças consideradas graves.

Tradição italiana

O representante da Associação Bellunesi, José Crepaldi, em espaço cedido na Tribuna, fez convite para o lançamento do lançamento do Livro “Cantidellatradizionepopulare Veneta nelsuddelBrasile” e do CD do Grupo Bellunesi “Mi son da Bellun” 128 anos de cantoria Veneta Nova Belluno, que acontece nesta sexta-feira, 05, às 19h no Siderópolis Clube e integra a programação dos 128 anos de colonização italiana na cidade e que tem início no sábado,06,  às 15h na Praça Matriz e encerra às 20h com o tombo da polenta.

Resumo da sessão

– Indicação 84/2019 – Manutenção e reparos na Rua Vanderlin Godinho Pereira. – Ver.Pedro Valcir de Souza –PP

– Moção 11/2019 – A Câmara Municipal apresenta esta Moção de Aplauso à Senhora Cleusa Coral-Ghanem, cidadã sideropolitana, pelos relevantes serviços prestados à sociedade. – Autor:Pedro Valcir de Souza –PP – Assinado por todos os Vereadores

– Projeto de Lei do Legislativo 15/2019 – “Denomina rua do município RealinoRosso no Bairro Rio Patrimônio e dá outras providências”.

– Projeto de Lei do Legislativo 16/2019 – “Denomina Travessa do município Etscio Domingos Bonassa no Bairro Centro e dá outras providências”.

– Projeto de Lei do Legislativo 17/2019 – Concede isenção do pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) ao imóvel habitado por portador de doença grave e dá outras providências.

Comentários
Comentários